Mediocridade, Crime e Castigo

Sossego? Só se por alguns instantes. Naquele intervalo entre comemorar a chegada da noite de sexta-feira e se preocupar com o que fazer no final de semana, talvez. O fato era que Eleutério constantemente achava que algo estava faltando. Que deveria fazer mais. Que, na eventualidade de ter algum tempo livre, deveria ocupá-lo com coisas importantes. Sentia que seus segundos eram valiosos demais para serem gastos apenas com o prazer …

“Seguindo o Universo” ou “Freud e o Inquietante”

Li, não me lembro onde, que certa vez Isaac Newton teria recebido a visita de um amigo em sua casa que teria ficado intrigado com uma ferradura de cavalo próxima à porta. Não resistindo à curiosidade, teria perguntado ao formulador lei da gravidade se ele de fato acreditava que o objeto traria boa sorte. Ao que o cientista teria respondido: “Claro que não. Mas ouvi dizer que funciona mesmo assim”.…

Prazeres e responsabilidades

Tentamos racionalizar tudo na hora de tomar uma decisão. Mas parece que é aí que empaca. Pondera os prós e contras. Mas que peso deve se dar àquele frio na espinha?

É bastante provável que a deliberação estritamente racional de tentar a sorte fora do mundo corporativo tenha sido tomada anos antes da ação em si. Já não fazia mais sentido continuar. Argumentos não faltavam. Mas tinha aquele medo… Medo …

Vai passar, vai voltar

É aquela coisa de levantar no domingo, botar um Chick Corea para tocar e sentir: está tudo dando certo. Se precisar, a gente pode até pensar que foi porque trabalhou demais para isso. Mas melhor se não.

Tem horas que a terapia parece que trava. Psicanálise. Fica a inquietação, que no seu durante, sente como eterna. Como lembrar que vai passar? Mas passa. E então passa.

Só que em alguns …